Prefeitura de Santo André vai retomar obras do Hospital da Vila Luzita | Diário Regional

Prefeitura de Santo André vai retomar obras do Hospital da Vila Luzita

20/02/2014 10:26
Print Friendly, PDF & Email

Duarte: “vamos propor debate com os candidatos do governo do Estado” - Foto: ArquivoA Prefeitura de Santo André anunciou a retomada das obras do Hospital da Vila Luzita, paradas desde 2012. O equipamento terá 75 leitos clínicos, para internações sem a necessidade de procedimentos cirúrgicos. A expectativa é de que a inauguração ocorra no fim de 2015, apesar de o prefeito Carlos Grana (PT) ter afirmado que o “prazo é elástico”.

A primeira fase, orçada em R$ 3 milhões, foi executada – mas não por completo – por uma empreiteira contratada via licitação, mas interrompida por falta de recursos do município. Agora, após a conclusão da primeira fase, novo edital será lançado e outra construtora terá de complementar o trabalho com os cerca de R$ 6,9 milhões liberados pela União. A contrapartida municipal ficou estabelecida em R$ 600 mil, elevando para R$ 7,5 milhões os investimentos.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Homero Nepomuceno Duarte, o custeio anual para manutenção, salários de profissionais e compra de materiais cirúrgicos do complexo hospitalar exige R$ 10,5 milhões por ano, que a municipalidade terá de desembolsar para manter o hospital funcionando. O governo federal vai custear 40% desse valor. “Vamos propor debate com os candidatos ao governo do Estado”, disse o secretário, sobre o desejo de também contar com ajuda do governador.

O hospital de retaguarda terá capacidade para até 250 internações por mês – o Centro Hospital Médico (CHM), na Vila Assunção, registra 1,1 mil procedimentos desse tipo mensalmente. Com isso, é esperado que o CHM possa desafogar o atendimento. “Existe projeto regional de o Hospital São Caetano também servir de retaguarda para pacientes clínicos e ter 250 leitos clínicos em caráter regional. Santo André pode contribuir com mais 75 (leitos) para conseguir dar impacto regional”, sinalizou Duarte.

Recursos

Representante da Caixa Econômica Federal, Gilnei Peroni assinou juntamente com o prefeito Carlos Grana (PT) outros sete contratos de liberação de recursos do governo federal na tarde de ontem (19). Mais R$ 10 milhões foram liberados para a construção de quatro Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e R$ 3 milhões serão voltados à construção de três unidades de acolhimento para crianças, adolescentes e adultos.

Os investimentos totais de R$ 20,5 milhões têm contrapartida municipal de R$ 1,64 milhão, enquanto a União será responsável pelo aporte de R$ 18,86 milhões.

S.André espera R$ 5,2 milhões do Estado e mais 16 médicos

O secretario de Saúde de Santo André, Homero Nepomuceno Duarte, disse estar confiante em que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) anuncie hoje (20) recursos de R$ 5,2 milhões para reforma e ampliação do pronto atendimento do Centro Hospitalar Médico. O tucano estará no município entregando carreta para realização de mamografias.

O montante foi pleiteado no começo do mês ao tucano e ao secretário de Saúde, David Uip. “Conversamos com Uip e me parece que amanhã (hoje) o governo trará algumas notícias. Andaram acenando”, comentou Duarte.

O secretario também espera a vinda de mais 16 profissionais do programa federal Mais Médicos até junho. Apesar de aprovar os trabalhadores vindos de Cuba, o secretário disse que não tem preferência quanto à nacionalidade dos médicos. Atualmente o município conta com nove participantes do programa federal.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: