Suplente assume em Santo André com expectativa de ficar mais de 15 dias | Diário Regional

Suplente assume em Santo André com expectativa de ficar mais de 15 dias

19/02/2014 16:00
Print Friendly

Lopes afirmou que elaborou cinco projetos - Foto: DivulgaçãoSANTO ANDRÉ – O advogado pedetista Fábio Lopes assumiu ontem (18), interinamente, a vaga na Câmara de Santo André do correligionário e vereador Cosmo Rodrigues Cardoso, o Cosmo do Gás. Lopes foi informado da posse horas antes pelo presidente do PDT e secretario de Cultura, Raimundo Salles, e tem a expectativa de ficar mais de duas semanas, período contemplado pelo atestado médico do vereador licenciado para realização de cirurgia.

Ligado à creche Meimei e à Federação das Entidades Assistenciais de Santo André (Feasa), o advogado disse que pretende apresentar proposituras ligadas à acessibilidade e Saúde. “Os projetos vão estar relacionados às questões sociais, principalmente em relação às crianças, que são a minha bandeira”, disse.

O advogado afirmou que elaborou cinco propostas, dentre as quais a proibição aos shoppings de cobrar pelo estacionamento, nos moldes de projeto que tramita na Assembleia Legislativa. Lopes é filiado ao PDT desde 2012, no qual exerce a função de secretário-geral, mas já pertenceu ao PSB. Por decisão partidária, o novo vereador deve integrar a base governista.

Acordo

Pós-graduado em Direito e Relações do Trabalho, Lopes negou que haja acordo com os colegas de partido para que os suplentes assumam cadeiras e não desanimem da militância. O advogado deve receber o salário proporcional ao período de trabalho, sendo que a remuneração mensal no Legislativo é de R$ 15 mil. Se permanecer durante 15 dias, tempo suficiente para participar de quatro sessões ordinárias, o advogado receberá R$ 7,5 mil.

Com interesse em disputar as eleições municipais em 2016 para vereador, Lopes pretende ter auxílio de dois assessores pessoais que, segundo o advogado, vão atuar de forma voluntária.

O pedetista teve 1.766 votos nas eleições de 2012, que lhe garantiram o posto de terceiro suplente, atrás de Adonis Bernardes, morto no fim do ano passado, e do vereador Carlos Ferreira, que recusou a suplência. A reportagem não conseguiu contato com Ferreira para confirmar o motivo do desinteresse.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: