Silvana Guarnieri pede exoneração de secretaria em Diadema | Diário Regional

Silvana Guarnieri pede exoneração de secretaria em Diadema

16/02/2014 11:35
Print Friendly, PDF & Email

Silvana: “o comando da secretaria vai ficar com o PTB” - Foto: ArquivoA vice-prefeita de Diadema, Silvana Guarnieri (PTB), formalizou ao prefeito Lauro Michels (PV) o pedido de exoneração do cargo de secretária de Assistência Social e Cidadania. Segundo a petebista, a decisão de deixar o posto deve-se ao fato de ajudar seu pai na recuperação da saúde. Embora tenha solicitado formalmente o desligamento da pasta, Silvana revelou que o comando da secretaria ficará com o PTB e que, nos próximos dias, fará a indicação do nome que ocupará a vaga. Até lá, a ex-secretária de Educação de São Bernardo na gestão de William Dib (PSDB), Neide Felicidade, responderá interinamente pelos trabalhos da Assistência Social e Cidadania.

“Já fiz a solicitação ao prefeito no início da semana para deixar o comando da secretaria. Só fiz isso porque meu pai está doente e preciso dar atenção. A Neide vai ficar interinamente no cargo até que a gente encontre um nome que possa assumir o comando da secretaria, que ficará com o PTB. Temos de indicar uma pessoa que seja técnica no assunto, porque a secretaria exige alguém com esse perfil. Acredito que em até 20 dias vamos encontrar alguém nos quadros do PTB para fazer a indicação ao prefeito”, disse Silvana.

Acordo

Deixar de fazer parte do primeiro escalão do governo, mas manter a secretaria nas mãos do PTB foi o acordo feito entre Michels e o deputado estadual e presidente da sigla no Estado, Campos Machado. Na semana passada, ambos estiveram reunidos em um importante restaurante na cidade para fechar o acordo e selar a paz. Afinal, Michels declarou, no final do mês passado, que deveria trocar o comando da pasta, o que provocou estranheza por parte da direção estadual. “O acordo foi feito durante a reunião que Campos teve com o Michels na semana passada”, destacou a vice-prefeita.

Até o fim do mês, Silvana deverá anunciar oficialmente sua decisão em aceitar o convite de Campos Machado para disputar uma cadeira no Congresso Nacional nas eleições em outubro. A petebista revelou que já esperava pela indicação de seu nome para o pleito e que a tendência é aceitar a proposta para iniciar as movimentações políticas que vão traçar os caminhos para a vitória nas urnas. “Tudo indica que vou aceitar o convite para ser candidata a deputada estadual. É importante para o partido e também para a cidade ter uma indicação feminina”, finalizou Silvana, sem detalhar a data que fará o comunicado ao presidente estadual.

 

 



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: