Mano e Kleina fazem mistério sobre time para jogo de amanhã | Diário Regional

Mano e Kleina fazem mistério sobre time para jogo de amanhã

15/02/2014 10:07
Print Friendly, PDF & Email

Mano Menezes e Gilson Kleina lançaram campanha contra a violência no futebol - Foto: Vanessa Carvalho/Brazil Photo Press/Estadão ConteúdoNa entrevista coletiva que reuniu corintianos e palmeirenses ontem (14), no salão nobre do estádio do Pacaembu, as particularidades do clássico entre Corinthians e Palmeiras, marcado para as 17h de amanhã, tiveram pouco espaço.

Presidentes e técnicos dos dois clubes se reuniram em iniciativa inédita para lançar uma campanha contra a violência no futebol – assunto que mereceu o maior destaque do evento de cerca de uma hora e 40 minutos de duração.

Quando perguntados sobre escalação e prováveis mudanças para a partida válida pela oitava rodada do Campeonato Paulista, Mano Menezes e Gilson Kleina preferiram dar respostas evasivas e mantiveram o tom de mistério.

O treinador do Palmeiras, no entanto, deu pistas de que não deve promover alterações radicais na equipe que está invicta no Estadual. “Pretendemos manter nosso nível de atuação. Não adianta querer inventar muito e fazer algo que não estamos fazendo”, avisou. Valdivia, provavelmente, estará em campo no clássico. “Realizamos um monitoramento para que ele esteja nos grandes jogos, pois o Valdivia pode fazer a diferença”, explicou Kleina.

O comandante alvinegro afirmou que só vai divulgar a escalação momentos antes da partida. Mano vai utilizar os últimos dois treinos para definir a equipe titular. Embora considere que Jadson ainda não tenha o ritmo ideal de jogo, o técnico não descartou a possibilidade de relacionar o meia recém-chegado do São Paulo. Renato Augusto, que vem treinando normalmente com os companheiros, já está relacionado.

Crise

Corinthians e Palmeiras vivem momentos opostos no Campeonato Paulista. Com seis vitórias e um empate, os palmeirenses têm o mesmo número de pontos do líder geral Santos (19), mas perdem no saldo de gols (13 a 10). Do outro lado, os corintianos somam sete pontos (duas vitórias, um empate e quatro derrotas) e ocupam a última colocação do Grupo C.

Apesar da fase ruim, Mano Menezes acredita que a partida será útil para saber se o time alvinegro, enfim, encontrou o caminho correto. “Temos de mudar nossa trajetória. Precisamos ter capacidade de superação. Ao mesmo tempo em que o jogo é de dificuldade extrema, é uma grande oportunidade também”, comentou. “O Palmeiras vai tentar manter o que vem fazendo, e o Corinthians precisa tentar algo melhor do que vem fazendo”, resumiu.

Gobbi se irrita com pergunta sobre permanência de treinador

Durante o período de uma hora e 40 minutos em que ficou à disposição dos jornalistas em coletiva ontem (14), no salão nobre do Pacaembu, o presidente do Corinthians, Mário Gobbi, só se irritou com uma pergunta. Questionado se Mano Menezes seria mantido no cargo em caso de derrota contra o Palmeiras, amanhã, o cartola alvinegro não poupou críticas ao repórter e enfatizou que a equipe passa por entressafra normal após período vitorioso.

Antes de Gobbi pegar o microfone, Mano brincou: “mas já, presidente?” “É assim que a gente quer melhorar o futebol? Que beleza”, ironizou o dirigente. Com um tom ácido, ele explicou que o Corinthians está apenas começando um trabalho de reformulação e que é um time “em formação”.

“Queremos trazer outro André Santos, outro Castán, outro Ralf, outro Paulinho, outro Elias. Todos esses jogadores chegaram na gestão do Mano Menezes”, disse Gobbi, enfatizando ainda que a conquista do Mundial-2012 foi fruto do trabalho iniciado em 2008.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: