'Caçadores de Obras-Primas' fica aquém da capacidade de Clooney | Diário Regional

‘Caçadores de Obras-Primas’ fica aquém da capacidade de Clooney

14/02/2014 10:19
Print Friendly, PDF & Email

Para vencer a inércia, o filme depende de sequências felizes - Foto: DivulgaçãoAh, a arte… É o território em que todos nos reconhecemos. Nada a ver com a política e suas sujeiras, nem com os negócios e sua ganância. A arte é pura. Eis aquilo de que os experts de Caçadores de Obras-Primas pretendem nos convencer: a arte está acima da guerra.

Quem poderia mexer nesse território sagrado? Hitler, é claro. Não que outros não o tenham feito antes. Nem por isso a empreitada dos sábios liderados por George Clooney pode ser considerada indecente. O que o filme camufla é que se trata, sim, de uma operação de guerra. Não por acaso os oito especialistas se alistam no exército e vão para a Europa.

No grupo de caçadores há de tudo: os mais velhos e os mais moços, os bonitões e os nem tanto, os engraçados e os sérios. Não é preciso ir longe para notar que Clooney entra no território do “filmão”: é quem dirige essa produção divertida, impessoal e com um fundo, digamos, sério.

Esse fundo, à parte as tiradas filosóficas, é um “mcguffin” como qualquer outro, para usar a expressão de Hitchcock. Se em vez de obras buscassem segredos científicos roubados por nazistas, nada mudaria profundamente.

“Caçadores” depende muito de certas situações (e atuações). Para vencer a inércia do filme de aventura de guerra, depende de algumas sequências felizes, que fazem o espectador saltar na poltrona.

Uma delas: quando encontram um tesouro na bucólica casa de um nazista. Outra: aquela em que Bill Murray salva uma situação com um jovem soldado alemão ao fazer uma pose de John Wayne.

A vencedora são as convenções do filme de guerra, como o velho heroísmo e a separação entre os bons e os maus. É um filme que se deixa ver. Mas é muito menos do que se esperaria daquilo que Clooney, aqui ator e corroteirista, já esboçou até agora.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: