São Caetano inicia replantio de orquídeas em escolas | Diário Regional

São Caetano inicia replantio de orquídeas em escolas

13/02/2014 9:30
Print Friendly, PDF & Email

Alunos recebem orientações sobre o plantio e cuidados com as orquídeas - Foto: Eric Romero/PMSCSCrianças de duas escolas municipais de Educação Infantil de São Caetano participaram nesta semana do lançamento do Projeto Acolher: Vegetação da Mata Atlântica, realizando o replantio de orquídeas nativas resgatadas da supressão da mata nativa para a construção de trecho do Rodoanel Norte. O projeto-piloto foi levado pelo Departamento de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos à Escola Municipal Integrada (EMI) Ângela Massei, na segunda-feira (10), e à Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Irineu da Silva, ontem (12).

“Este projeto não se resume ao replantio das orquídeas. Engloba também a sensibilização e conscientização de todos os participantes não só para a preservação da vegetação, mas também sobre o uso consciente de água, reciclagem, coleta seletiva e mudanças climáticas”, explica o diretor de Meio Ambiente de São Caetano, Horácio Pires. “Uma experiência prática como essa, de plantar e cuidar de orquídea, não será esquecida nunca por estas crianças e jovens”, avalia.

As atividades nas escolas começam com a explicação do projeto aos alunos, que assistem a um vídeo sobre a importância da preservação ambiental e também a fotos que mostram o local onde as orquídeas estavam originalmente e seu processo de retirada para replantio. Depois ocorre o momento mais esperado pelas crianças: o plantio das plantas no tronco de árvores da escola, com a ajuda de estagiárias de Biologia do Departamento de Meio Ambiente de São Caetano.

Parcerias

O Projeto Acolher: Vegetação da Mata Atlântica foi desenvolvido pelo Departamento de Meio Ambiente da prefeitura em parceria com os órgãos responsáveis pela retirada de exemplares arbóreos, bromélias e orquídeas nativas da obra viária: Dersa, ACCIONA e Instituto de Botânica. A ação ganhou o apoio das secretarias de Educação e Cultura, entre outros setores da administração municipal, e vai chegar nos próximos dias a novas escolas, à Fundação Pró-Memória e à Fundação das Artes.

“Há 20 anos, as crianças e jovens não tinham a preocupação ambiental que têm hoje. Esse tipo de trabalho que a administração pública nos permite realizar tem resultados muito positivos a médio e longo prazo e é muito significativo para as questões ambientais”, conclui Horácio Pires. Outras informações sobre o Projeto Acolher: Vegetação da Mata Atlântica podem ser obtidas pelo telefone 4232-5851, do Departamento de Meio Ambiente da cidade.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: