Donisete vistoria obras do CEU das Artes em Mauá | Diário Regional

Donisete vistoria obras do CEU das Artes em Mauá

13/02/2014 10:00
Print Friendly

O centro vai integrar atividades e serviços culturais, práticas esportivas e de lazer - Foto: Divulgação/PMMMauá ganhará este ano o primeiro Centro das Artes e Esportes Unificados do Parque das Américas (CEU) do ABC. Iniciado em março de 2013, o equipamento público será estruturado para integrar atividades e serviços culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistenciais, políticas de prevenção à violência e inclusão digital. A entrega está prevista para o primeiro semestre.

Na manhã de ontem (12), o prefeito Donisete Braga vistoriou a obra acompanhado dos secretários de Obras, Luiz Carlos Teophilo, e de Cultura, Esporte e Lazer, Waldir Luiz da Silva. Aproximadamente 60% da edificação está concluída. Os recursos são provenientes do governo federal por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 no Eixo Comunidade Cidadã. O investimento é de aproximadamente R$ 2,7 milhões e a contrapartida da prefeitura é a cessão do terreno, localizado em área de 3 mil m² e a manutenção das instalações e serviços.

Nesta etapa das intervenções, a quadra poliesportiva foi totalmente coberta, estão sendo instalados o piso e o fechamento lateral, em execução a instalação elétrica e hidráulica dos dois prédios do complexo um vai abrigar o CRAS e o outro terá biblioteca, sala de informática e anfiteatro para 52 pessoas. A parte de alvenaria já está praticamente toda concluída, restando o acabamento. Já a pista de skate está 50% concluída.

Para o prefeito Donisete Braga, o bairro populoso é carente de áreas de lazer e cultura e o CEU será uma referência em educação, inclusão social e cultura. “Será uma grande alternativa para recuperar a juventude e proporcionar relações de convivência e boas práticas”, destaca.

Descentralização

Para o conselheiro do CEU, Marcio Coelho Batista, o bairro e a cidade precisavam de um espaço assim como forma de reforçar a descentralização das atividades culturais. “Esse equipamento vai ampliar o acesso a cultura, esportes e cursos profissionalizantes, entre outras atividades. Podemos pensar, por exemplo, em ofertar cursos de marceneiro, eletricista e tapeceiro, entre outros, aos jovens de menor poder aquisitivo”, disse. O administrador, que também é músico erudito, espera em breve poder apresentar propostas de projetos musicais aos usuários do CEU.

Já a conselheira Rosilda Celestina da Silva afirma que a gestão compartilhada é o caminho certo. Moradora do Parque das Américas há 20 anos, a pensionista está confiante no projeto. “Aqui vivem muitos jovens e idosos com bastante tempo ocioso, muitos caem em depressão, e acredito que o CEU vai resolver esse problema à medida que irá promover a convivência social e familiar entre as diversas faixas etárias. Pela primeira vez participo de algo assim”, declara.

Localizado entre as ruas América do Sul e América do Norte, o Centro das Artes e Esportes Unificados está sendo erguido em área de 3 mil m² e terá dois edifícios com capacidade diária de atendimento para cerca de mil pessoas.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: