Contra Bolsonaro, alunos promovem beijo gay | Diário Regional

Contra Bolsonaro, alunos promovem beijo gay

12/02/2014 8:00
Print Friendly

BRASÍLIA – Em um protesto contra a eventual indicação do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) para comandar a Comissão de Direito Humanos da Câmara, um grupo de estudantes promoveu ontem beijo gay em frente ao gabinete da Presidência da Casa. As seis estudantes que participaram do ato chamado “Mais amor e menos Bolsonaro” fazem parte da União da Juventude Socialista.

Além do beijo gay, distribuíram panfletos e um manifesto mostrando porque o deputado, classificado por elas de “filhote da ditadura” não deveria ser indicado para a Comissão de Direitos Humanos. “Não somos gays, não somos heterossexuais.

Somos livres. Este ano, será um ano importante para a luta dos direitos humanos e não podemos permitir que um filhote da ditadura, um racista, um preconceituoso, homofóbico e racista presida a Comissão de Direitos Humanos”, disse Maria das Neves, estudante de História da Universidade Federal do Amazonas



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: