S.Caetano sofre corte e Diadema inicia contenção no abastecimento | Diário Regional

S.Caetano sofre corte e Diadema inicia contenção no abastecimento

08/02/2014 11:13
Print Friendly, PDF & Email

Fechar a toneira enquanto ensaboa a louça ajuda a economizar - Foto: Divulgação/DAEEMoradores de Diadema e São Caetano vão ter de conviver com cortes e contenção no abastecimento de água por conta do aumento do consumo causado pelo calor e falta de chuvas. Em Diadema, a Companhia de Saneamento da cidade (Saned) descartou a realização de racionamento, mas anunciou que fará contenções temporárias no fornecimento a alguns bairros. A medida vai atingir principalmente as áreas mais altas da cidade.

“O volume de água que temos recebido da Sabesp (Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo) é praticamente o mesmo, teve uma pequena queda. O consumo é que aumentou muito, sem contar que a cidade cresceu”, explicou Elbio Camilo Junior, diretor-presidente da Saned, ao destacar que, além de Diadema, as companhias de saneamento de Santo André e Mauá também foram chamadas para reuniões na Sabesp, nas quais o problema foi discutido. Dilma Pena, diretora da Sabesp, declarou que não haverá racionamento em Mauá, Santo André, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Como primeira medida, a Saned e a Prefeitura de Diadema pretendem realizar campanha de conscientização para diminuir o consumo. “O próximo passo será bonificar e oferecer descontos para quem cooperar. Vamos tentar todas as opções antes de adotar o racionamento, que é uma medida extrema, em último caso”, explicou o diretor da companhia.

Apesar de não considerar a contenção como racionamento, Camilo Junior não descarta a opção, pelo fato das previsões de queda na temperatura e de chuva serem desanimadoras. “O cenário não é bom, não há previsão de chuva e diminuição do calor. É preocupante. Se não faltar agora, vai faltar água depois”, alertou.

Redução

Em São Caetano, desde a quinta-feira (6), a Sabesp começou a reduzir o volume de entrega de água na ordem de 20%, aproximadamente 100 litros por segundo dos 500 recebidos atualmente e distribuídos pelo Departamento de Água e Esgoto (DAE) da cidade.

A medida foi tomada por causa da situação crítica do nível registrado no Sistema Cantareira, que está com 21% de sua capacidade de armazenamento, quando deveria estar próximo a 60% – o pior índice em 84 anos (desde 1930, quando começou a medição).

A estratégia do departamento é a mesma de Diadema, realizar campanha sobre consumo consciente, a qual já foi iniciada, e que na semana que se inicia será potencializada. O objetivo é atingir 100% da população.

“Neste momento é muito importante que a população colabore ainda mais para economizar água. É fundamental que todos sigam as orientações de uso responsável para que não tenha risco de racionamento ou desabastecimento. Mensagens de atenção estão sendo impressas nas faturas. Estamos trabalhando em uma campanha sobre o consumo consciente que vai para as ruas nos próximos dias”, completou.

De acordo com o chefe da Divisão Técnica da autarquia, Osmar Silva Filho, com a chegada do verão e das altas temperaturas o consumo de água aumenta significativamente. “Nesses meses o acréscimo é, em média, de 22% no consumo total de São Caetano. Aqui, cada habitante utiliza 257 litros por dia. A meta é o indicado pela ONU (110 litros). Além de reduzir o valor da conta, utilizar a água de forma racional também coopera com a natureza e com o coletivo. Sabendo usar, não vai faltar”, concluiu.

Cidades do Interior como Salto, Porto Feliz, Itu, Valinhos, Sorocaba, Vinhedo e Orlândia já adotaram algum tipo de racionamento. A maioria das cidades do Interior dependem do Sistema Cantareira.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: