Marinho reúne base aliada para avaliar segundo mandato | Diário Regional

Marinho reúne base aliada para avaliar segundo mandato

08/02/2014 11:00
Print Friendly, PDF & Email

Vereadores e assessores parlamentares participaram do encontro - Foto: Reprodução/Antônio Carlos da SilvaO prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), reuniu-se ontem (7) com os 20 vereadores da base aliada para fazer avaliação do primeiro ano de seu segundo mandato. O petista destacou suas principais obras, entre as quais o Hospital Municipal de Clínicas (HC). Além disso, apresentou as ações em andamento na cidade, principalmente nas áreas de drenagem, segurança e mobilidade urbana.

Segundo o vereador Paulo Dias (PT), Marinho destacou a obra do corredor leste-oeste, que pretende desafogar o trânsito da cidade, além de fazer a ligação com a futura linha 18-Bronze do metrô, que ligará a Capital ao ABC. Os investimentos no corredor somam R$ 420 milhões. O processo licitatório está na fase de recursos das empresas que fizeram as propostas. “Acredito que, em 30 dias, o prefeito estará assinando a ordem de serviço”, comentou Dias.

Além disso, o parlamentar citou que o Executivo tem a expectativa de entrega do corredor Alvarenga/Robert Kennedy/Couros neste ano. O valor da obra é de R$ 306,3 milhões, oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. No total, o plano de mobilidade urbana de São Bernardo prevê a construção de 11 corredores. Para isso já foi aprovado empréstimo junto o Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) no valor de US$ 125 milhões (R$ 297,5 milhões).

Na segurança, Luiz Marinho deu detalhes do Centro Integrado de Monitoramento (CIM). São 400 câmeras espalhadas em locais estratégicos da cidade que, além de ajudar na área de segurança, também serão utilizadas para a organização do trânsito no município. O equipamento foi inaugurado no fim de janeiro e marcou a despedida do agora ministro Arthur Chioro da Secretaria de Saúde.

Marinho também deu detalhes do andamento das obras do projeto Drenar para o combate a enchentes, que foi iniciado no ano passado. Serão investidos R$ 292 milhões, dos quais R$ 204,6 milhões são oriundos do governo federal, a partir de convênio com a Caixa Econômica Federal, R$ 50 milhões aplicados pelo governo do Estado e R$ 42,2 milhões de contrapartida municipal. A principal obra é o piscinão que está sendo construído no Paço. O equipamento terá a capacidade de reter 220 milhões de litros de água.

Legislativo

Dias informou que não houve avaliação do prefeito Luiz Marinho e do secretário de Governo, José Albino, sobre o trabalho realizado pela base governista em 2013. “Não havia necessidade de fazer essa avaliação, pois a Câmara foi muito bem no ano passado.”

Questionado sobre o anuncio de novos projetos, Dias destacou a proposta do Executivo que pretende conceder seis áreas a Secretária Estadual de Segurança Pública.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: