Palmeiras vence o XV e mantém 100% | Diário Regional

Palmeiras vence o XV e mantém 100%

06/02/2014 9:53
Print Friendly, PDF & Email

França comemora o gol da vitória do Palmeiras - Foto: Marcos Bezerra / Ag. EstadoPIRACICABA – Seis jogos, seis vitórias, lua de mel com a torcida e apenas festa no início do ano do centenário. É esta a situação do Palmeiras, que derrotou o XV de Piracicaba por 2 a 1 ontem (5), pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Um golaço do volante França assegurou o triunfo. Alan Kardec, para a equipe alviverde, e Cafu, para o time alvinegro, já haviam balançado a rede, diante de 12 mil espectadores.

O alviverde encabeça o Grupo D com 100% de aproveitamento e 18 pontos, seis a mais que o vice-líder Bragantino. O XV ocupa a terceira posição do Grupo B, com sete pontos, a um do segundo colocado Audax. Domingo, os palmeirenses enfrentarão o Audax no Pacaembu. No sábado, o XV visitará o Rio Claro.

O treinador Edison Só tirou o atacante Adilson, ex-Corinthians, do time alvinegro para preservá-lo após ofensas de torcedores o abalarem na partida anterior, o empate sem gols com o Paulista em Jundiaí.

No estádio Barão de Serra Negra, o XV começou com tudo. Em dois minutos, criou duas jogadas pela ponta esquerda e obrigou o goleiro Fernando Prass a realizar duas ótimas defesas. O Palmeiras ainda não tinha ameaçado os donos da casa quando abriu o placar aos 15 minutos. Em disputa entre o meia Mazinho e o lateral esquerdo Aelson na área, o árbitro Vinicius Furlán assinalou pênalti. Alan Kardec cobrou e acertou o canto.

O time alviverde passou a controlar mais as ações, mas Prass continuou fazendo defesas importantes, até que falhou. Melhor em campo, o goleiro errou na saída de gol aos 32: em cobrança de escanteio, a bola bateu em Cafu, livre, na segunda trave, e se encaminhou para a rede: 1 a 1.

No segundo tempo, as duas equipes produziram menos. Por insistir nas reclamações, o treinador Gilson Kleina, do Palmeiras, foi excluído do banco de reservas. Como seu auxiliar Juninho já havia sido expulso no primeiro tempo, o goleiro reserva Bruno assumiu a área técnica e passou a orientar o time.

O goleiro se deu bem. Aos 39 minutos, o volante França, que começou no banco de reservas, marcou um golaço para decretar a vitória. Pela direita, recebeu passe de Mendieta na área, driblou o marcador e, caindo, colocou a bola no ângulo oposto, por cobertura.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: