Corinthians perde 4ª seguida e amplia crise | Diário Regional

Corinthians perde 4ª seguida e amplia crise

06/02/2014 10:02
Print Friendly

Guerrero lamenta enquanto jogadores comemoram gol - Foto: Leandro Martins /Futura Press/Estadão ConteúdoEm busca dos três pontos e de paz, principalmente, o Corinthians viveu mais uma noite de pesadelo na noite de ontem (5), ao perder por 2 a 0 do Bragantino, no Pacaembu, na sexta rodada do Campeonato Paulista. O clube, que está perto de acertar a saída do Alexandre Pato, em uma troca com o São Paulo pelo meio Jadson, conheceu sua quarta derrota consecutiva no Estadual. O time já havia perdido para São Bernardo, Santos e Ponte Preta nas três rodadas anteriores.

Felipe, contra, e Tássio marcaram os gols do confronto, ambos no primeiro tempo. Ainda fragilizados pela invasão no centro de treinamento (CT) do clube no último sábado, os jogadores corintianos não se encontraram dentro de campo. O ataque ameaçou pouco e a defesa ficou totalmente exposta. Com o resultado, o Corinthians – que integra o Grupo B – manteve-se com seis pontos e é o quarto colocado, penúltimo lugar. Na próxima rodada, a equipe visita o Mogi Mirim, no domingo, às 19h30.

O Bragantino, que não tinha nada a ver com a história, aproveitou o momento ruim do adversário para conquistar importante vitória fora de casa e chegou aos 12 pontos, no Grupo D. O próximo desafio do time comandado por Marcelo Veiga é contra o Botafogo.

Diante de um Bragantino fechado, o Corinthians começou com o pé no acelerador e criou chance no primeiro minuto de partida. O volante Guilherme arriscou de fora da área, exigindo boa defesa de Rafael. Mano Menezes aproveitou o duelo para promover a estreia do meia Zé Paulo, um dos destaques corintianos na Copinha. O jovem de 19 anos tomou a iniciativa e saiu aplaudido pela torcida ao ser substituído por Danilo.

Romarinho, aos 10 minutos, chutou no alto, de pé esquerdo. A bola passou rente ao travessão. Embora permanecesse mais tempo no ataque, o time comandado por Mano Menezes encontrava dificuldade em furar a defesa visitante, composta por três zagueiros.

Aos 26 minutos, o jogo mudou de figura. Após contra-ataque, Geandro cruzou da direita, Felipe, defensor corintiano, tentou cortar de carrinho e acabou empurrando para dentro do próprio gol: 1 a 0 Bragantino.

Tássio, aos 39 minutos, complicou ainda mais a vida do Corinthians. O atacante desceu até a linha de fundo e chutou cruzado, com desvio. A bola bateu no travessão, no chão e voltou na cabeça do próprio Tássio, que completou para o fundo da rede: 2 a 0. Pelo replay, ficou claro que a bola havia entrado no primeiro lance.

Segundo tempo

O Bragantino quase ampliou a vantagem no primeiro minuto do segundo tempo. Após cobrança de tiro de meta de Defendi, Cleber falhou no corte, e a bola chegou limpa para Léo Jaime. O meia sobrou livre na área e soltou o pé. Walter consegui evitar o terceiro gol dos visitantes.

Aos 26 minutos, Emerson – que entrou no segundo tempo – foi lançado, em oportunidade clara de gol, e Francesco deu carrinho por trás no atacante. O árbitro mostrou vermelho e expulsou o jogador do Bragantino. A partir daí, Marcelo Veiga fechou ainda mais o time. Foi uma noite em que nada deu certo ao Corinthians.

Torcedores da Gaviões da Fiel brigam no Pacaembu

Duas brigas estouraram entre os integrantes da Gaviões da Fiel, no Pacaembu, nos primeiros minutos da partida do Corinthians com o Bragantino, na noite de ontem (5) – derrota do time da Capital por 2 a 0. A maior torcida organizada do Corinthians fez um protesto no estádio. Todos os seus componentes ficaram sentados, em silêncio, sem incentivar a equipe.

Os torcedores que tentaram cantar os gritos de guerra foram intimidados. A Polícia Militar teve de intervir duas vezes para acalmar os ânimos. O incentivo para a equipe veio do torcedor “comum”, que ficou em outros setores da arquibancada e nas numeradas.

Integrantes da Gaviões participaram da invasão ao centro de treinamento do clube, no último sábado. Naquela ocasião, Guerrero foi agredido, funcionários foram ameaçados e celulares foram roubados. Outros jogadores do elenco tiveram de se esconder.

 



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: