Michels pede ajuda a Chioro para projetos | Diário Regional

Michels pede ajuda a Chioro para projetos

05/02/2014 12:30
Print Friendly

Michels pediu ajuda imediata a Arthur Chioro - Foto: DivulgaçãoDIADEMA – O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), reuniu-se na manhã de ontem (4) com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, para pedir ajuda no andamento de alguns projetos voltados para o setor na cidade. Em documento protocolado, o chefe do Executivo solicitou ajuda imediata ao governo federal para a reforma do Hospital Municipal, incluindo a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica, e o envio de mais 35 profissionais por meio do programa Mais Médicos. Até agora, o município recebeu apenas um profissional dos 36 que foram solicitados à União.

Michels foi o primeiro entre os sete prefeitos da região que conseguiu agenda um dia depois de Chioro ter sido empossado como ministro pela presidente da República, Dilma Rousseff (PT).

Desde o início de sua gestão, no ano passado, 85 profissionais já deixaram de fazer parte dos quadros da administração por não concordarem com a metodologia de trabalho adotada pelo atual secretário de Saúde, José Augusto da Silva Ramos, o que tem deixado Diadema em estado de atenção. Em contrapartida, o prefeito afirma que as exonerações estão ligadas à questão salarial e descarta problemas com secretário.

“Minha preocupação com a Saúde de Diadema é grande e tenho certeza que com apoio dos governos e da população vamos mudar o cenário que vivemos hoje”, postou Michels em seu perfil na rede social Facebook depois da reunião com Chioro, em Brasília. O prefeito, inclusive, participou da posse do novo ministro na última segunda-feira (3).

Para evitar que mais médicos deixem a cidade, Michels vai conceder bônus de pouco mais de R$ 1 mil aos profissionais da rede municipal de Saúde antes do Carnaval. A iniciativa, segundo o chefe do Executivo, seria uma forma de evitar que mais profissionais peçam exoneração e fazer com que novos médicos tenham interesse em trabalhar na cidade. O projeto deverá ser encaminhado para apreciação na Câmara nos próximos dias.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: