Prefeitura de Diadema prepara ação para liberar Estádio do Inamar | Diário Regional

Prefeitura de Diadema prepara ação para liberar Estádio do Inamar

04/02/2014 10:26
Print Friendly

Arquibancada de concreto tinha liberação da Polícia Militar - Foto: ArquivoO secretário de Esportes e Lazer de Diadema, Antônio Marcos Ferreira da Silva, o Marquinhos , reuniu-se ontem (3), com a assessoria política da prefeitura para elaborar ação para cassar a liminar do Ministério Público (MP) que impediu a utilização do Estádio do Inamar para a realização do jogo entre Água Santa e Noroeste, pelo Campeonato Paulista da Série A3, que seria disputado no sábado passado (1º). O jogo foi remarcado para 4 de março, às 16 horas.
“Estamos elaborando toda a documentação para entrar com essa ação. Isso poderá ocorrer ainda hoje (ontem).

Entraremos com essa ação, pois houve equívoco da Policia Militar (PM). Como podem ter liberado o estádio e alguns dias depois impedir de acontecer a partida?”, questionou o secretário. Até o fechamento da edição não houve confirmação sobre a entrada do pedido de cassação da liminar.

O pedido do MP foi concedido na última sexta-feira, às 18h40. O motivo foi a informação que órgão recebeu da PM de que “existe alto risco de queda da arquibancada metálica tubular e materiais de construção e entulho em local de circulação de pessoas”.

Arquibancada tubular com a capacidade de 3.750 lugares foi construída atrás do chamado “gol do fundo” do estádio do Inamar para que a capacidade do local chegasse aos 10 mil lugares, o mínimo para receber uma partida do torneio, mas além da arquibancada, dois portões de acesso começaram a ser construídos, só que não ficaram prontos a tempo. Então, a PM pediu para que o lugar fosse isolado e utilizada somente a arquibancada de concreto já existente.

“A arquibancada tubular foi liberada pelo Corpo de Bombeiros. Temos todos os laudos dos órgãos competentes. Se entrar no site da Federação Paulista de Futebol (FPF), você vai ver que o estádio está OK. Só que existia a questão dos portões. Pediram para isolar a área e fizemos isso, agora não consigo entender porque não liberaram”, destacou Marquinhos, ao informar que uma equipe da PM foi até o estádio, na manhã de sábado, para fazer a segurança do evento.

Agora a prefeitura corre contra o tempo para liberar o espaço para o Água Santa estrear na A3, pois, segundo as regras do torneio, a primeira partida em casa deve ser realizada na cidade-sede da agremiação. Os próximos jogos do Netuno serão fora de casa contra a Inter de Limeira, amanhã (5) e contra o Tupã, no domingo (9). A estreia em Casa do Água Santa será no dia 12 deste mês, contra o Sertãozinho.

As demais partidas do Netuno estão marcadas para o estádio Humberto de Alencar Castelo Branco, o Baetão, em São Bernardo, onde a capacidade é de 8 mil torcedores. Porém, Marquinhos afirmou que com a liberação do Inamar, o clube poderá fazer todas as partidas com seu mando em Diadema.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: