Aumenta o número de exonerações em Diadema | Diário Regional

Aumenta o número de exonerações em Diadema

04/02/2014 12:30
Print Friendly, PDF & Email

Oficialmente, 85 médicos saíram durante gestão Michels - Foto: ArquivoSegundo os bastidores da Prefeitura de Diadema, mais cinco médicos pediram demissão na semana passada. As exonerações devem sair no Diário Oficial do Município hoje (4). Com a saída de mais cinco profissionais, o número de pedidos de demissão chega a 90 desde o inicio do governo de Lauro Michels (PV), em 2013.

O chefe do Executivo afirmou em entrevista recente, que as causas dos pedidos de exoneração são os salários mais altos oferecidos por outras cidades, e a “falta de vontade dos médicos em não cumprir toda a carga-horária estabelecida pela prefeitura”, além da ligação que alguns médicos com os ex-prefeitos José de Filippi Junior e Mário Reali, tanto que, segundo Michels, muitos desses profissionais estavam indo para a Capital.

José de Filippi é secretário de Saúde da gestão de Fernando Haddad (PT). Nos bastidores, a informação é que o motivo seria a permanência de José Augusto (PSDB) à frente da pasta da Saúde. Michels afirmou que não existem problemas entre os médicos e o secretário, inclusive, revelou que acompanhou reunião do Conselho de Saúde com Zé Augusto e que tudo ocorreu muito bem.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: