Time alviverde vence e mantém tabu tricolor | Diário Regional

Time alviverde vence e mantém tabu tricolor

03/02/2014 9:19
Print Friendly

Com gols de Valdivia e Alan Kardec, Verdão superou o rival por 2 a 0 - Foto: AESÃO PAULO – Superior durante todo o jogo, o Palmeiras venceu o São Paulo hoje, por 2 a 0, no Pacaembu. Foi a quinta vitória do time no Paulista. O clube alviverde é o único que ainda tem 100% de aproveitamento no campeonato.

Já o São Paulo não ganha um clássico desde os 3 a 1 contra o Corinthians na última rodada do Brasileiro-2012.
Valdivia abriu o placar de cabeça, aos 22 min. Alan Kardec, de pênalti, fechou o resultado, aos 33 min do 2º tempo.
Além dos três pontos, o jogo de hoje deu ao Palmeiras sua primeira vitória sobre o rival tricolor desde novembro de 2011, quando ganhou por 1 a 0, pelo Brasileiro.

O reencontro do zagueiro Lúcio com seu ex-clube foi ótimo para o agora camisa 33 do Palmeiras. O defensor foi segurado e esteve bem acompanhado pelo jovem Wellington, que teve atuação destacada.

“Se a vitória foi especial? Foi especial porque o Palmeiras ganhou”, disse o zagueiro, após o jogo, evitando revelar alguma satisfação.

Lúcio teve o seu nome gritado várias vezes por torcedores e atirou a camisa à torcida antes de descer ao vestiário.
Mais bem postado em campo, o Palmeiras começou propondo as jogadas de ataque. Recolhido, o São Paulo buscava chances de contra-atacar.

O primeiro gol saiu com Valdivia. Em uma das muitas boas jogadas de troca de passe dos palmeirenses, o próprio chileno sofreu falta. Na cobrança, Mazinho levantou e o camisa 10 se antecipou para vencer Rogério Ceni.
O São Paulo precisou sair para o jogo, o que permitiu ao Palmeiras administrar o placar até o intervalo.

O segundo tempo continuou mostrando um Palmeiras muito mais intenso que o adversário. Ganso pouco tocou na bola, bem cercado por Marcelo Oliveira e Wesley, que faziam desarmes e levavam o Palmeiras com velocidade ao ataque.
“Não, não jogamos bem, não”, reconheceu o meia Ganso, após o jogo. “O placar apenas mostra o quanto ainda temos de evoluir para sermos uma equipe competitiva”, completou Rogério Ceni.

Sem criatividade, o São Paulo conseguiu chutar a gol apenas uma vez no segundo tempo, com Oswaldo.
Muricy Ramalho tentou solucionar o problema com a entrada de Jadson. Mas o São Paulo não melhorou, e tentava sobreviver apenas de bolas enfiadas para Luis Fabiano, que não jogou bem.

“As vitórias que tivemos antes não mostraram o nosso verdadeiro estágio de preparação. Foram jogos muito fáceis, isso engana. Temos de melhorar”, disse o técnico do São Paulo, após o jogo.

O Palmeiras foi sempre mais consistente, com trocas rápidas e precisas de passes.
O segundo gol do Palmeiras veio aos 33 min. Alan Kardec cobrou com precisão, no canto esquerdo de Rogério, o pênalti que ele mesmo sofreu.

Apesar do resultado, os autores dos gols demonstraram cautela. “Ganhamos e estamos no caminho certo. Só não podemos parar por aqui”, disse Valdivia. “Não podemos achar que estamos prontos”, concordou Alan Kardec.

PALMEIRAS
Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Wellington (França) e Juninho; Marcelo Oliveira, Wesley; Mazinho (Diogo), Valdivia e Leandro (Marquinhos Gabriel); Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Alvaro Pereira; Wellington, Maicon e Paulo Henrique Ganso (Ewandro); Ademilson, Luis Fabiano e Osvaldo (Jadson). Técnico: Muricy Ramalho

Estádio: Pacaembu, em São Paulo
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
Gols: Valdivia, aos 22 min do 1º tempo; Alan Kardec, aos 33 min do 2º tempo
Cartões amarelos: Leandro, Juninho (P), Luis Fabiano, Rodrigo Caio e Alvaro Pereira (S)
Público: 23.694 pagantes
Renda: R$ 911.880,00

 



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: