Aniversário de Valério é marcado por reclamações | Diário Regional

Aniversário de Valério é marcado por reclamações

02/02/2014 7:00
Print Friendly, PDF & Email

BRASÍLIA – Comemorado no último dia 29 de janeiro, o aniversário de 53 anos do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza foi marcado por reclamações sobre o tratamento que recebe no Complexo da Papuda, em Brasília. Segundo a reportagem apurou, ao receber visitas na última quarta, o operador do mensalão reclamou que só tem direito a 15 minutos de banho de sol por dia e não consegue realizar trabalhos internos – como faxina e distribuição de alimentos – na penitenciária.

Preso desde novembro, Valério foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal a uma pena de 40 anos, 4 meses e 6 dias de prisão, além de multa de R$ 4,44 milhões. Pela lei, todo preso tem direito a ao menos duas horas de banho de sol. À Folha, advogados disseram que, devido à dinâmica dos presídios, esse tempo nem sempre é respeitado, principalmente para presos com tratamento especial de segurança.

Na condição do anonimato, uma pessoa próxima contou que Valério começou um curso a distância de inglês, que faz isolado em uma cela no bloco G do PDF 2, ala do regime fechado na Papuda. Um agente da penitenciária relatou à reportagem que, de 15 em 15 dias, ele e os demais presos da área de segurança máxima recebem uma revista rigorosa na cela.

Valério aguarda desde dezembro uma resposta sobre a transferência para o presídio de segurança máxima Nelson Hungria, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O criminalista Marcelo Leonardo, um dos advogados de Valério, disse desconhecer as reclamações dele e que não comenta a rotina do preso.

A Secretaria de Segurança do Distrito Federal disse que não irá se pronunciar sobre as reclamações. Segundo o órgão, a autorização para trabalho interno depende de “habilidade para execução dos serviços oferecidos e de disponibilidade de vagas”.

 



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: