2014, um ano de crescimento para a Volvo Cars | Diário Regional

2014, um ano de crescimento para a Volvo Cars

31/01/2014 15:25
Print Friendly

A Volvo Cars anuncia suas metas no desenvolvimento de produtos e tecnologias para o ano de 2014. A proposta é introduzir uma série de novas tecnologias e inovações, e apresentar o Novo Volvo XC90. Esses são frutos de um plano de transformação com o custo de €11 bilhões, que serão investidos em quatro anos.

“2014 será um ano de crescimento”, disse Häkan Samuelsson, presidente e CEO da Volvo Cars, durante o Salão de Detroit. Segundo ele, a companhia “voltou ao azul” e 2014 poderá ser caracterizado por grande performance na China, além de recuperação e crescimento nos Estados Unidos, os dois maiores mercados da marca.

Muito do trabalho que tem sido feito pela Volvo Cars desde que a marca sueca foi adquirida pela holding chinesa Zhejiang Geely, em 2010, vai aparecer este ano.

O novo XC90 será o primeiro carro produzido na nova plataforma desenvolvida pela Volvo Cars, a SPA (Scalable Product Architeture), e o primeiro a trazer a nova linguagem de design, já apresentada nos aclamados Volvo Concept Coupé e Volvo Concept XC Coupé.

Equipado com o conjunto mecânico Drive-E e preparado para as tecnologias de eletrificação, o novo XC90 estará repleto de sistemas amigáveis de segurança e suporte ao motorista, os quais reforçam a liderança da Volvo Cars em segurança e sua abordagem humanizada.

Há muitas novas tecnologias, incluindo o Detector de Pedestres no Escuro, que aprimora a detecção de outros veículos, pedestres e ciclistas quando se está dirigindo na neblina ou durante a noite. E o Controle de Cruzeiro Adaptativo com Auxílio de Direção, uma tecnologia que ajuda o motorista a se manter na faixa, no ritmo do tráfego, seguindo automaticamente o carro à frente.

“O novo XC90 é o primeiro carro desenvolvido por uma Volvo Cars independente e é emblemático na transformação da empresa”, explica Håkan Samuelsson, presidente e CEO da Volvo Cars. “Com o novo XC90 nós vamos entregar, como nunca, todas as promessas presentes em nossa estratégia Designed Around You.”

Crescimento nas vendas globais

O foco-chave para a Volvo Cars em 2014 é aumentar as vendas nos Estados Unidos, o maior mercado da marca. O objetivo é que as vendas aumentem nesse mercado de forma mais progressiva do que no restante do mundo.

A Volvo Cars vai aumentar sua oferta de produtos para os EUA em 2014, com os novos S60, XC60, XC70 e S80, além de iniciar as vendas do V60 Sportswagon. O lançamento da nova linha de motores Drive-E no mercado americano, e de novas soluções de conectividade, será o propulsor para a retomada no mercado americano em 2014.

“Os Estados Unidos são um dos dois maiores mercados, e nós temos uma tradição no local”, explica Håkan Samuelsson. “Nós estamos comprometidos em aumentar nossas vendas no mercado este ano e trazer a Volvo de volta ao seu melhor momento nos EUA.”

Na China, a Volvo Cars vem construindo uma excelente performance nas vendas em 2013, e mira em continuar nesse crescimento no mercado. O primeiro ano completo de produção local na planta de Chengdu, novos modelos como o S60L e o renovado S80L se complementam com a expansão da rede de concessionários no país, dando suporte ao crescimento contínuo da Volvo Cars na China.

“Nós tivemos um ótimo desempenho na China em 2013 e queremos continuar com esse crescimento neste ano, cujas projeções são boas”, explica Håkan Samuelsson. “No total, eu olho para 2014 com muita confiança.”

Análise de 2013

A preparação para o importante ano de 2014 começou em 2013, um ano marcante para a Volvo Cars, em que a marca continuou sua jornada de transformação e melhorou suas vendas globais. A marca obteve crescimento de 1,4 % na comparação com 2012, com crescimento expressivo na China e aumento de market share em diversos mercados-chave na Europa. O ano também foi marcado pela renovação dos modelos S60, V60, XC60, V70, XC70 e S80. A operação chinesa está completamente desenvolvida com a instalação de uma fábrica local.

Vendas no varejo

O ano de 2013 começou com circunstâncias desafiadoras para a Volvo Cars, especialmente na Europa e nos mercados norte-americanos. Conforme o ano foi passando, a Volvo Cars foi alcançando um cenário mais favorável em diversos mercados-chave europeus. A China teve o melhor resultado dentre todos os mercados, com crescimento anual de 45,6%. O modelo mais vendido globalmente em 2013 foi o Volvo XC60, com 114.010 veículos – aumento de 7,4% na comparação com números de 2012. O Volvo V40 (78.307 carros, + 252,7%) foi o segundo modelo mais vendido, seguido do Volvo S60 (61.579 carros e -4,9%) e o Volvo V60 (54.666 carros e +3,1%).

O lançamento das linhas 60, 70 e 80 renovadas, auxiliou para o resultado positivo nas vendas na Europa, além do grande sucesso do Volvo V40. Ajudada por um momento fiscal favorável e pela grande demanda do V40, as vendas na Holanda cresceram 40,8% em um ano, tornando o país o sexto melhor mercado da marca. Outros mercados que apresentaram crescimento na Europa foram Reino Unido (+2,9%), Espanha (+2,2%), Noruega (+2,3%) e Dinamarca (7,2%).

Na Suécia, lar da marca e seu terceiro maior mercado, a Volvo Cars teve um pequeno crescimento de 0,8%, para 52.260 carros. O Volvo V70, mais uma vez, terminou o ano como o modelo mais vendido na Suécia, seguido do S60, V60, V40 e XC60, outros líderes de venda no país.

Nos Estados Unidos, a Volvo Cars experimentou um ano desafiador, mas o mercado ainda se mostrou o maior para a marca. As vendas totais caíram 10,1% para 61.233 carros, na comparação com números de 2012, combinadas com a saída dos modelos S40, V50, C30 e C70 do mercado e a entrada tardia dos modelos renovados. No entanto, a demanda para o Volvo XC60 e S60 se mostrou forte e os modelos venderam melhor do que em 2012.

A China quase retirou o título de maior mercado dos Estados Unidos em 2013, com 61.146 carros vendidos. Apresentou um crescimento de 45,6% ante resultados de 2012, com o lançamento de novos modelos, aumento do gasto em marketing e expansão da rede de concessionários local. A demanda para o Volvo S60 e XC60 cresceu de forma expressiva, assim como 2013 foi o primeiro ano de vendas do V60, que ainda define sua demanda local. O Volvo V40 foi lançado na China nos primeiros meses de 2013 e já é o 14º modelo mais vendido na China.

Outros mercados também tiveram bom desempenho ao redor do mundo, como o Japão, com crescimento de 22% nas vendas, com 16.897 carros, um volume não visto desde o início dos anos 1990. Também tiveram resultados expressivos a Tailândia (+4,6%) e a Coreia do Sul (+11,5%).

Destaques em produtos e tecnologias

No salão de Genebra, em Março, a Volvo Cars apresentou nada menos que seis novos carros para o mundo. Foram renovados os modelos S60, V60, XC60, V70, XC70 e S80. A nova gama foi a maior renovação conjunta já realizada pela marca em sua história. E todas as modificações foram feitas tendo o consumidor como foco.

Em Genebra, a Volvo Cars também lançou uma inovação em segurança automotiva: uma tecnologia que detecta e freia automaticamente para ciclistas que estiverem andando na frente do carro. A nova funcionalidade é um aprimoramento da tecnologia de frenagem automática. Esse sistema foi chamado de Detector de Pedestres e Ciclistas com Frenagem Automática.

Outra inovação apresentada em Genebra foram os Faróis de Xênon Automáticos Adaptativos. O sistema torna o ato de dirigir à noite mais seguro e confortável, pois permite que o motorista use o farol no máximo de sua luminosidade durante toda a condução, graças a um engenhoso dispositivo que detecta veículos à frente e corta a luz evitando o ofuscamento do motorista à frente, ou em sentido contrário.

A nova gama de motores Drive-E, de quatro cilindros e alta eficiência, desenvolvida pela Volvo, foi apresentada durante o Salão de Frankfurt, em setembro. A gama Drive-E é composta por motores a gasolina e a diesel. São motores mais inteligentes, que proporcionam ótima dirigibilidade, comparável a motores de maior cilindrada, mas com menor consumo e emissão de poluentes.

Também no Salão de Frankfurt foi apresentado o Volvo Concept Coupé, o primeiro dos três carros-conceito que apresentarão a nova linha de design da marca. Esses carros-conceito também servem para demonstrar as possibilidades acerca da nova plataforma SPA, desenvolvida pela Volvo.

Outros destaques de 2013 foram o lançamento do Sensus Connected Touch, um sistema multimídia que permite, dentre varias funcionalidades, a conexão à internet e reprodução de músicas online.

Resultados de segurança

Vários modelos da Volvo Cars foram reconhecidos por seus resultados de segurança em 2013. Em setembro, o American Insurance Institute for Highway Safety (IIHS) lançou um novo programa de testes que avalia o desempenho dos sistemas de prevenção de impacto frontal.

Tanto o Volvo S60 como o XC60 alcançaram as melhores notas possíveis – Superior – e o sistema City Safety era o único sistema de série de prevenção de colisões em baixa velocidade no teste, que incluiu 74 veículos.

O Volvo S60 e o XC60 receberam o premio Top Safety Pick+ 2014, desde que o IIHS aumentou o número de avaliações de impacto com o teste de choque em ¼ da dianteira, em 2012.

A Volvo recebeu em 2013, por seu trabalho pioneiro de proteção ao pedestre, o Prêmio Global NCAP Innovation, em maio. O prêmio levou em consideração as inovações mais recentes da Volvo Cars em segurança, como o Airbag para Pedestres e o sistema de detecção de pedestres com frenagem automática.

Em julho, a Volvo alcançou outra marca de segurança, ao vender 1 milhão de veículos com sistema de frenagem automática.

Destaques operacionais e corporativos

Em 2013 a Volvo continuou a reforçar seu capital e alcançou acordos com novos parceiros financeiros. Em novembro conseguiu um segundo empréstimo com o Banco de Desenvolvimento da China, de US$ 800 milhões. O acordo foi feito após outro acordo de € 922 milhões, firmado entre as duas organizações em 2012.

Em novembro a Volvo Cars iniciou a produção em série em sua primeira planta na China, na cidade de Chengdu. O primeiro carro produzido nessa planta foi o S60L, um modelo com entre-eixos alongado desenvolvido especialmente para o mercado chinês.

Nas operações suecas em Torslanda e Olofström, o trabalho é contínuo para tornar as plantas prontas para a produção de novos carros usando a plataforma SPA. Faz parte dos investimentos na plataforma SPA e na linha de motores Drive-E a construção de uma nova linha de montagem em Torslanda, que foi concluída na segunda metade de 2013. Em maio, a planta de motores em Skövde, na Suécia, começou a produção de motores da família Dive-E.

Tecnologias futuras

Em 2013, a Volvo Cars continuou a trabalhar em tecnologias de condução autônoma, de conectividade automotiva e outras pesquisas nesse campo. Em outubro, realizou a primeira demonstração do sistema de Controle de Cruzeiro Adaptativo com assistente de direção em condições reais, nos Estados Unidos, uma tecnologia que prepara terreno para uma condição de condução completamente autônoma.

No meio de dezembro a Volvo Cars e o governo sueco anunciaram uma parceria inédita em direção da condução autônoma. Os parceiros anunciaram que, em 2017, 100 carros autônomos serão usados em vias públicas, em condições de uso diário, na cidade de Gotemburgo, o que se tornará o primeiro projeto piloto em larga escala de condução autônoma. O objetivo é adquirir um conhecimento profundo e amplo acerca dos requerimentos da condução autônoma em relação a infraestrutura, interação do motorista e como os outros condutores reagem aos carros autônomos. Essa parceria única entre a Volvo Cars e as autoridades suecas coloca a marca como líder no desenvolvimento de tecnologias de condução autônoma.

Como parte desse projeto piloto de Gotemburgo, há o sistema de estacionamento automático que a Volvo apresentou em 2013. O carro-conceito equipado com a tecnologia de estacionamento autônomo encontra uma vaga por conta própria, sem a atuação do motorista, com uma interação suave e segura com os demais carros e pedestres no estacionamento.

Em 2013 a Volvo Cars trabalhou em uma série de novos experimentos na área de eletrificação, como parte do anseio da companhia em desenvolver esse tipo de tecnologia. A Volvo participou de um projeto de pesquisa para recarregar as baterias por indução, sem o uso de cabos. O Volvo C30 Elétrico usado no experimento recarregou suas baterias em cerca de duas horas e meia, colocando o carro sobre um campo eletromagnético em uma base de recarga.

Em outro projeto promissor, os engenheiros da Volvo desenvolveram um revolucionário conceito de armazenamento de energia em estruturas de baixo peso, que podem melhorar o uso da energia em carros elétricos do futuro. O equipamento, composto de fibra de carbono, baterias nanoestruturadas e supercapacitores, oferece boa capacidade de armazenamento e menos espaço no carro, com custo menor e ainda ecologicamente correto.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: