EMTU autoriza mudança no trajeto do trólebus | Diário Regional

EMTU autoriza mudança no trajeto do trólebus

06/09/2013 9:14
Print Friendly

Após reunião realizada ontem (5) entre o presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), Joaquim Lopes; o deputado estadual Orlando Morando; e o secretário de Transportes de Diadema, José Carlos Gonçalves, a EMTU autorizou a contratação de projeto executivo para transferir trecho do corredor do trólebus, que atualmente fica na avenida Antonio Piranga, para a Fábio Eduardo Ramos Esquível. “Vamos liberar o Centro da cidade para que possa ser revitalizado. Considero essa uma grande vitória, não minha, mas do prefeito Lauro Michels. Mais um passo para cumprir seu plano de governo”, comemorou Morando.

Segundo José Carlos Gonçalves, o projeto deve ser elaborado em 60 dias. “Calculo mais um mês para a licitação, e a execução do projeto para começo de 2014”, destacou.

“Porém, nada impede que a prefeitura crie uma faixa exclusiva para o trólebus enquanto as obras não são finalizadas. Será preciso apenas uma avaliação do impacto no trânsito da região”, completou Morando.

Gonçalves, Morando e Lopes se reuniram na tarde de ontem - Foto: DivulgaçãoSegundo o secretário, a transposição ocorrerá em um trecho de aproximadamente 300 metros. No sentido São Bernardo/Diadema, o itinerário será mantido até o Quarteirão da Saúde. Depois, desviado para a direita até a avenida Fábio Eduardo Ramos Esquível, seguindo em direção ao Terminal Metropolitano Diadema.

Revitalização

Conforme adiantado pelo Diário Regional, a transposição do trólebus para revitalização do Centro da cidade é uma das principais metas do governo. “Com a transposição do trólebus vamos construir um boulervard, para valorizar a região central de Diadema”, pontuou.

Outro projeto do secretário também foi discutido durante o encontro. Trata-se do rebaixamento de duas calçadas no corredor do trólebus em Piraporinha, no final da avenida Fagundes de Oliveira, a fim de que o morador não precise dar a volta no terminal para ir sentindo São Bernardo.

Segundo Gonçalves, no horário de pico, os motoristas e passageiros perdem meia hora para fazer o trajeto devido ao grande trânsito. De acordo com Orlando Morando, o presidente da EMTU ficou de avaliar a proposta e dar um retorno em breve.

Palavras-chave:

2 Comentários

  • Ótima iniciativa. Desafogar o centro, onde se concentra nosso comércio. Aprovadíssimo, não vai ser nenhuma mudança drástica para a vida de quem utiliza o trólebus e ainda vai deixar livre o espaço dos comerciantes.E que se informem melhor os que criticam pq não vai sair centavo algum da saúde para este projeto. Pessoal se informem antes de falar besteiras.

  • Isso não é prioridade, vai remexer na cidade toda pode perca de tempo e material, e depois quando for construir o metrô. Melhor deixar quieto, se não tem onde gastar faz o Hospital Municipal que é urgente! Me desculpe, mas é fato.

    PRIORIDADE EM PRIMEIRO LUGAR, ÁREA DA SAÚDE. DEIXA O TRÓLEIBUS POR ÚLTIMO, SE DER TEMPO PREFEITO. ORLANDO MORANO CUIDA DO SEU SBC MELHOR.

Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.